terça-feira, junho 24, 2008

Festa das Rosas – Vila Franca do Lima - Minho

Vila Franca do Lima é uma pequena freguesia que fica a 7km de Viana do Castelo, e cujas tradições minhotas são mantidas com profundo orgulho por estas gentes simpáticas.

Quem olha de longe, assemelha-se a mais uma aldeia minhota entre tantas outras, mas há algo que faz dela única, a arte popular de trabalhar as flores e com elas pintar os maiores monumentos nacionais, as telas dos pintores mais ilustres, meros recantos regionais ou simples motivos religiosos.

A Festa das Rosas realiza-se na 2ª semana do mês de Maio, mês de Maria iniciando o ciclo das Romarias no Distrito de Viana do Castelo.

Esta é uma tradição iniciada e mantida religiosamente desde 1622, cujo ponto alto é o cortejo onde a rosa é a rainha da festa.

As mordomas, raparigas que completam 19 anos, ricamente vestidas com os tradicionais trajes minhotos, oferecem à Nª. Srª das Rosas magníficos cestos floridos, magistralmente transportados à cabeça, verdadeiras obras de arte popular bordados com flores naturais pelas hábeis mãos destas gentes, ostentando desenhos multicores com armas e brasões, símbolos religiosos, igrejas e até santos, monumentos ou paisagens que se reconhecem perfeitamente, feitos só com flores naturais e com folhagens do campo, de realçar por exemplo o uso de bálsamo, giestas, trevos… colhidas no campo e jardins de toda a Ribeira Lima e nas terras do Neiva e Âncora, e que são colocados habilmente com milhares de alfinete, mais de 3kg, pesando no total cerca de 50Kg.

Os bordadores que se vêm criando de geração em geração, são filhos da terra, pessoas de bom gosto que conhecem a durabilidade das flores e efeitos na sua aplicação. São oriundos de várias profissões desde o engenheiro ao simples cavador do campo e ninguém se cobra pelos dias e serões ocupados nesta encantadora tarefa.

Cada cesto envolve mais de duas dezenas de pessoas na sua preparação, na semana que antecede a Romaria.

Estas obras podem depois ser observadas no interior da Igreja, conjuntamente com os altares orgulhosamente enfeitados com as muitas rosas.


9 comentários:

erised-mirror disse...

adorei o blogue!
estava a pesquisar trajes do alentejo e vim dar aqui. recentemente criei um blog relacionado com o tema que o seu aborda, parabens!
garantiu uma fa assidua!

espero tb pela sua visita a www.lendasetradicoes.blogs.sapo.pt

LUIZ - FOLCLORE PORTUGUÊS disse...

O SEU BLOG É MUITO BOM. É UM PRAZER TER O LINK DO MEU BLOG AQUI!
MUITO OBRIGADO!
UM ABRAÇO
LUIZ.

matouxx disse...

Carlos bon dia,agradeço imenço o seu blog,so lusodecendente e esto a procura de um livro sobre o trajes portugues,sem souseso :(
as livrarias todas portuguesas de Paris nao tem nada sobre o assunto :(
Grasas a si pode aprendre algo de muito enteressante sobre os bordados (ainda nao tive tempo de ver tudo,mas nao vo faltar :P)
Sera que o Carlos pode me dar algum titulo de livro sobre o trages portugues??
Aqui esta o meu endereço Mail onde pode-me contactar
matouxx@gmail.com

Peço perdao de os meus erros :(

Agradeço-lhe imenço de estas paginas de cultura

Matias

Anónimo disse...

eu sou de vila franca e tenho muitas saudes ja ha muitos anos que nao passo a festa das rosas ai mas ousso a dizer que todo os anos que passam estao a ficar maiores e melhores e eu fico muito contente e espero que em breve possa ir celebrar esta festa que eta no meu coracoa

jeronimo disse...

Visto não existir um contacto do autor deste blog, sou obrigado a utilizar este meio para o contactar.
Caro senhor:
É com alguma surpresa que verifico existir no seu blog, uma foto de minha autoria e protegida por lei, ( http://olhares.aeiou.pt/mordomas_da_festa_i_foto1953396.html ) o que facilmente poderá confirmar. Não pertence ao domínio público e considero ter sido, sem minha autorização expressa, usurpada e violado o direito moral, pelo que, solicito a sua remoção do blog para evitar recorrer a queixa-crime nos termos do Código dos Direitos de Autor e Direitos Conexos e legislação em vigor.

Com os melhores cumprimentos

Jerónimo Martins Lomba

Carlos Cardoso disse...

Caro Jerónimo Lomba
Quero antes de mais lamentar a sua posição. No entanto, a sua imagem não foi recolhida no referido blog, porque se o fosse, certamente o meu artigo teria a referência ao autor. Por outro lado, este blog não tem fins comerciais, não existindo portanto qualquer exploração do seu trabalho.
Por ultimo, o que o senhor fotografou não é propriedade sua, apenas a imagem, mas património cultural de um povo, que merece ser divulgado.
Assim sendo, não vou retirar a imagem, vou apenas indicar o seu autor.
Se me pretender contactar pode fazê-lo através do e-mail: c.alvescardoso@gmail.com
Atenciosamente

Carlos Cardoso disse...

Caros Leitores
Este artigo possuia uma imagem que foi retirada por "insistência" do seu autor, em defesa de uns pressupostos "direitos de autor", o que lamento profundamente.
Atenciosamente
Carlos Cardoso

manuel vieira disse...

Embora já com atraso no que toca a comentar este caso, comungo do pressuposto que o registo de algo que é público para efeitos de direitos de autor merecerá comprovação de que pagou esse direito, sob pena de não ter direitos sobre a imagem, a não ser que a utilização fosse comercial. É pena que um vianense não tenha percebido que o propósito do autor do blogue é divulgar graciosamente o património do concelho. Não sei qual foi a imagem, mas espero bem que não tenha sido de nenhum cesto ou de nenhuma mordoma. Não lhe faltarão boas fotos para enriquecer a informação e eu tenho alguns que registei na festa deste ano 2011 e cederei com muito prazer ao autor do blogue.

Carlos Cardoso disse...

Caro Manuel Vieira
A imagem retirada era precisamente de uma mordoma com o cesto.
Se me disponibilizar alguma das suas imagens ficarei grato.
Atenciosamente